terça-feira, 29 de abril de 2008

Eles.

Não eram mais uma unidade, apenas eram divergentes quanto aos pensamentos. Cresceram com estruturas divergentes. Apenas não queria perceber, que apesar da diferença, eram iguais.

2 Comments:

ED CAVALCANTE said...

O TÍTULO DESSE POEMA PODERIA SER "PARADOXO". KKKKKKKKK

suelen said...

P
R
O
F
U
N
D
O
!
!
!