quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

O Resto

Já não há muitas coisas a se fazer, não há voltar que não possam ser completadas. Talvez seja apenas um relógio mal consertado ou um buraco negro? Não, não há grande imaginação de onde saem as coisas. Apenas amor, amor profundo faz as pessoas escreverem, faz a criatividade criar poesias e canções quando menos se espera. Talvez esse amor seja apenas mais um dos poucos que ainda me restam, se é que ainda restam...

0 Comments: