sábado, 16 de fevereiro de 2008

Solità

Era assim que ele se sentia, solitário. Apesar de todos os seus amigos o apoiarem, era assim que ele estava. Ele via as pessoas passando, cumprimentava-nas e sorria, apesar de sentir-se daquele jeito ele sabia fingir. Fingia tão bem, gostava dessa vida. Era assim que ele vivia, talvez fosse assim que ele viveria para todo o sempre, talvez não. Ele poderia encontrar alguém que o fizesse feliz, até encontrou, mas a recíproca seria verdadeira?

1 Comment:

suelen said...

nosaaaaaaaaaaaa vc só pode ter feito esse texto p mim.... tudo a ver c minha depressão momentânea...