quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Sei; nada sei

Sei que nada sei
que não saberei de nada

Sei que a luz reflete
e que o mundo gira
Sei que tenho ganâncias
que tenho ciúmes e inveja
sei que sou inato; inexato
Sei...

Sei que nada sei
que não saberei de nada

1 Comment:

Fernanda said...

Quem sabe... Não saber será uma nova virtude criada por vopê. muitas vezes queremos não saber para não sofrer... Ao mesmo tento que o nosso querer é mais que um bem querer. E vamos vivendo insatisfeitos... Procurando o saber de não querer saber oque fazer. Quando já sabemos,
temos de tomar posições.